sexta-feira, 21 de agosto de 2009

4ª Etapa do Carioca 2009

Será nesse domingo o retorno das etapas de beach handbal do Rio de Janeiro. É grande a expectativa dos participantes em vários aspectos. Senão vejamos: a) a temperatura é uma incógnita; b) teremos uma etapa muito equilibrada, com equipes fortes e sem o desnível de anos atrás; c) o retorno do Band/Flu; d) como a FHERJ conduzirá essa etapa nos aspectos administrativos; e e) como será a condução dos árbitros nos dois itens que foram (melhor) interpretados nos World Games, ou seja, jogo passivo e giro completo?

A previsão do tempo deixa dúvidas quanto à prática do desporto (26ºC e 17ºC) e "Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora". Se entendi bem, temos que levar protetor solar e capa de chuva...

O equilíbrio entre os participantes da série A tem ajudado muito na disputa das etapas. Não existem, como antigamente, apenas duas equipes. Isso nos leva a preocupação com o título e com a possibilidade de rebaixamento. Portanto, obrigatoriamente, no futuro todos terão que treinar para jogar. Com certeza acabará o jogador de ocasião.

Teremos o retorno da equipe Band/Flu, sempre uma incógnita quanto ao seu desempenho, mas com títulos que não deixam dúvidas de sua excelência.

Conversei brevemente com um dos responsáveis pela modalidade na FHERJ, professor Rômulo, e fiquei esperançoso de melhorias, pelo menos na gestão da etapa. Trocamos boas ideias e vamos esperar o futuro.

Por fim, fica a expectativa (eterna) de como se sairão os árbitros. No caso do próximo domingo minha preocupação se prende aos dois itens que foram (melhor) interpretados nos World Games, ou seja, jogo passivo e giro completo. Os árbitros tiveram palestras (reciclagem) com o árbitro internacional Luis Felipe. Com certeza, ninguém melhor do que ele para passar essa mensagem. Mas as interpretações valerão para essa etapa?

Enfim, vamos todos à 4ª Etapa Estadual de Beach Handball do Rio de Janeiro!!!!!

4 comentários:

Rio Handbeach disse...

A série A volta agora, mas já houve todas as outras séries e não vi mudança alguma. O critério do giro e de jogo passivo foram os mesmos de sempre.

Aliás, fui desqualificado de maneira inédita: sendo xingado pelo técnico adversário. Mas não vem ao caso...

Quero árbitros agindo com imparcialidade, impessoalidade, razoabilidade e qualidade técnica! E quero que os que não estejam atuando dessa forma sejam chamados a atenção e punidos, se necessário.


Grande abraço
E continuamos na luta!

Prof. Marcio Magliano

Rio Handbeach disse...

AGORA sim.

Passada a série A, agora posso falar que realmente houve uma mudança de postura da arbitragem em relação ao jogo passivo e ao contato físico.

Ainda não me parece o ponto certo, mas fiquei contente com a preocupação da FHERJ nesse sentido.

Um abraço!
Prof. Marcio Magliano

DR.ª JULIANA CUBO disse...

Oi Guerrinha...Vim aqui pedir mais uma vez sua ajuda...agora em divulgar o blog do Campeonato Paulista de Beachhandbal...a primeira etapa foi esse final de semana...dá uma olhadinha lá !!! Espero que goste !!!
Beijos

Angelo disse...

Hahaha, essa foi boa, expulso por ser xingado. O cara pertubou a arbitragem do início ao fim do jogo e não foi punido, a jogadora do outro time se machuca e fica caída no chão e ele manda o time dele atacar com a menina no chão e com dores. Isso é que é "Fair Play"...
O que fiz foi apenas aplaudir o bravo ato do "Professor" que manda seu time atacar, mesmo com o adversário no chão. Com isso fui xingado e revidei (erradamente) e fui expulso junto com o cara que falou o jogo inteiro no ouvido da arbitragem e ainda foi "muito gentil" com a minha jogadora que estava no chão.
Parabéns "professor" injustiçado...