quarta-feira, 28 de novembro de 2012

17ª Taça Kika de Handebol de Areia - João Pessoa/PB 2013


Mensagem enviada pelo Professor Sílvio Lago/PB

Realização: de 17 a 20 de janeiro de 2013, Praia de Cabo Branco, em frente ao Hotel Netuanah, João Pessoa - PB.

Taxa de Inscrição: R$ 200,00 até o dia do Congresso Técnico.

Congresso Técnico: Será realizado no dia 10 de janeiro de 2013.

Contatos:

Rossana Marques - 83 8881-0700 (oi) 83 9639-1681 (tim) 83 8142-5252 (vivo) coelirossana@hotmail.com

Silvio Lago - 83 8633-4468 (oi) 83 9639-1680 (tim)  lagosilvioarbitro@hotmail.com

Categorias:

Pré-Mirim - Nascidos até 03 (10 anos) 
Mirim - Nascidos até 01 (12 anos)
Infantil - Nascidos até 99 (14 anos)
Cadete - Nascidos até 97 (16 anos)
Juvenil - Nascidos até 95 (18  anos) 
Júnior Feminino - Nascidos até 93 (20 anos)
Júnior Masculino - Nascidos até 92 (21 anos)
Adulto Feminino - Acima de 96 (17 anos)
Adulto Masculino - Acima de 95 (18 anos)
Master - Acima de 78 (35 anos)

Observação: Cada participante poderá jogar 1 (uma) categoria acima da sua de origem.

Mais informações no face (Silvio e Rossana) e no blog www.tacakika.blogspot.com

Corram, as inscrições estão acabando...

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Macaé/Rio de Janeiro. Definido o Local da Qualificação e Final

VII Circuito Brasileiro de Handebol de Areia 2012/13

Local: Macaé - Rio de Janeiro

Fase de Qualificação de 26 a 27 de fevereiro de 2013 
  
Fase Final de 28 de fevereiro a 03 de março de 2013
  •  Relação final com 10 atletas e dirigentes, com foto,  até o dia 20 de fevereiro de 2013. Favor enviar para presid@brasilhandebol.com.br - sec@brasilhandebol.com.br - stanro@uol.com.br Após a confirmação desses atletas, caso uma equipe consiga o empréstimo de algum atleta da fase de qualificação, a retificação da relação final será feita no Congresso Técnico.

Observação Importantíssima

A organização do evento se responsabilizará pela hospedagem de 10 atletas e 2 dirigentes por equipe. Equipes que  forem utilizar os alojamentos oferecidos pela organização, têm até o dia 10 de janeiro 2013 para a confirmação. Favor enviar para presid@brasilhandebol.com.br - sec@brasilhandebol.com.br - stanro@uol.com.br


Comissão de Competição

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Resultado Final da 4ª Etapa do VII Circuito Brasileiro de Handebol de Areia - São Miguel do Gostoso/RN



Classificação Final

Feminino
1º  HCP/Axial Engenharia PB, 2º HCNN  RN e 3º Dragões do Mar CE

Masculino
1º  HCP/Axial Engenharia PB, 2º Handebol Futuro RN  e 3º AMHB/MACAÉ RJ

Dessa etapa classificaram para a final - HCP/Axial Engenharia PB (fem) e Handebol Futuro RN (masc)

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Venezuela Campeã dos I Jogos Bolivarianos - Beach Handball

Venezuela tornou-se o primeiro país campeão de Beach Handball dos Jogos Bolivarianos de Praia, nos dois naipes. A competição, que foi realizada na cidade de Lima, e contou com a presença da técnica brasileira, Rossana Coeli, atual campeã mundial da modalidade.

Matéria e resultados leia AQUI.



Meus Comentários

Já havia escrito sobre o potencial da Venezuela, com atletas altos e fortes. Eles têm grande possibilidade de crescer num esporte ainda em desenvolvimento. Tenho convicção que chegarão à Mar del Plata, em março, com chances de alcançar a almejada vaga para os World Games na Colômbia. Também tenho certeza da enorme dificuldade que encontraremos nos III Jogos Sul Americanos de Praia no final de 2013.

Parabenizo a todos pela brilhante vitória nos dois naipes.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Pan-Americano de Beach Handball Mar del Plata - ARG

Confirmado: Panamericano de Beach en Mar del Plata

Escrito por Ruben Gomez el domingo, 28 de octubre de 2012 a las 21:39 horas



Entrevista de Handball de Primera Radio a Juan de Arma, Coordinador del Beach Handball de la Confederación Argentina de Handball, confirma que el Clasificatorio Masculino a los World Games de Cali 2013 se disputará en la Argentina.

Esta será la primera vez que La Argentina organizará una competencia continental de Beach Handball.
Será entre el 18 y el 24 de marzo de 2013 en la Ciudad de Mar del Plata. Por la mañana se jugará el Beach Handball y por las tardes el Campeonato Panamericano Junior Masculino clasificatorio al Mundial de la categoría.

Sólo resta una plaza masculina para los World Games (Brasil está clasificado por ser vigente Campeón Mundial y Colombia está clasificado por ser sede)

Acá:
Se puede escuchar la entrevista completa a Juan de Arma

Foto gentileza SoyDeportista.com.uy


Meu Comentário:

O Brasil deve participar com uma equipe jovem, dando oportunidade aos novos valores que estão surgindo no cenário nacional. Assim poderemos fazer uma melhor transição dos atuais campeões mundiais para os novos talentos.

Devemos lembrar que a competição será apenas para classificar uma equipe no naipe masculino, tendo em vista os World Games de Cali, Colômbia. No feminino estão classificados Brasil e Uruguai.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Enquete

Amigos coloquei ao lado direito uma enquete com três perguntas que ficarão 1 semana no blog. O objetivo é subsidiar propostas de modificações ou não na nossa modalidade. Votem  apenas uma vez.


sábado, 13 de outubro de 2012

Resutados da 3ª Etapa do VII Circuito Brasileiro de Handebol de Areia Copacabana/RJ



Colocação Final

Masculino

1º Lugar - Rio Handbeach
2º Lugar - IDEC
3º Lugar - Unihandbeach/Belfort Roxo

Feminino

1º Lugar - Z5 Handebol
2º Lugar - Rio Handbeach
3º Lugar - IDEC

Minha Seleção da Etapa



Agradecimentos ao Claudio Franco Foto  pelo trabalho durante o evento. Para ver fotos  Clique aqui

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

3ª Etapa do VII Circuito Brasileiro de Handebol de Areia Copacabana/RJ

Tabela Modificada

Prazados Amigos,
A saída inesperada da equipe de Campinas nos obrigou a retificar a tabela. Cabe ressaltar, que a equipe paulista cumpriu todos os trâmites para oficializar essa ausência.

Quanto a tabela, optamos pelo formato de todos x todos no feminino. Esperamos que esteja do agrado da maioria das equipes que disputarão a competição.




terça-feira, 2 de outubro de 2012

Beach Handball nos Jogos Escolares 2012 - Praia Grande/SP

Assim postou

Beach Handball nos Jogos Escolares 2012 - Praia Grande/SP.

Atenção aos detalhes: arena muito bem estruturada, três dias de competição, muitas equipes, premiações, som ambiente, água para comissões técnicas e atletas, público escolar e familiar, mais de 9 jogos por dia nos naipes masculino e feminino todos CADETES! Um belo exemplo a ser seguido pela SEJEL de Praia Grande. 

Parabéns aos organizadores! 


Meu comentário

Excelente notícia. Estamos tentando encaminhar solicitação de inclusão da modalidade em âmbito nacional (escolar). Esses exemplos nos ajudam muito. Estamos trabalhando. Forte abraço.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Empréstimos, Vinculações e Filiações: Eternas Dúvidas.

Percebo todos os dias que muitos participantes do Circuito Brasileiro de Handebol de Areia continuam com dúvidas em certos assuntos. Nesse momento, o que mais aflige é a vinculação de atletas aos clubes e federações.

Vou tentar dirimir algumas dessas dúvidas e espero que, caso esteja equivocado em alguma coisa, pessoas venham ao meu socorro para que não pairem sombras na relação regulamentos/clubes/atletas/instituições/dirigentes.

Em primeiro lugar, todos devem estar cientes que o Handebol de Areia é modalidade de Handebol e está vinculado à Confederação Brasileira de Handebol. Consequentemente, vinculadas às Federações Estaduais de Handebol. É importante dizer que o vínculo termina aí. Um é desporto e o outro modalidade desse desporto. Um atleta poderá jogar um desporto por um clube ou estado e estar vinculado na modalidade em outro clube e estado. Vinculações diferentes e documentos diferentes.

Outra fonte inesgotável de dúvidas é a participação de atletas e clubes em Taças, campeonatos estaduais e na principal competição nacional. Acredito que ninguém tenha problema para entender que as Taças são competições abertos e não dependem exclusivamente de vinculação. Os campeonatos estaduais deveriam manter uma vinculação de atletas e clubes. Entretanto, estamos engatinhando em alguns estados e é natural que os campeonatos ou torneios aconteçam de forma aberta. Já o Circuito Brasileiro exige a vinculação de atletas e clubes às suas federações e, naturalmente, à CBHb.

Esse processo é por quase todos conhecido. O clube para se inscrever no Circuito Brasileiro tem que estar vinculado a sua federação. Faz solicitação de inscrição e carteiras  de atletas/dirigentes, e essa documentação é enviada à CBHb. Nessa instituição as carteiras são confeccionadas e devolvidas para a federação, que entregará ao clube. Até chegarmos nesse ponto levaremos tempo. Na verdade, esse processo foi sendo enxugado para ajudar na viabilização das competições. Vi inúmeras vezes o Stanley entrar em contato com a CBHb para liberar equipes e atletas que estavam com carteiras sendo confeccionadas. Ora, se chegaram a tempo na instituição maior não seria justo que ficassem sem jogar. O problema é que essa "elásticidade" foi ficando como norma e agora muitas dúvidas foram suscitadas.

Considerando ainda a mesma situação, percebemos que muitos clubes estão sem suas carteiras, apesar de terem pago. Hoje o Diretor da modalidade entrou em contato com a CBHb para solucionar essas pendências. O importante é lembrar que para termos carteiras é preciso entrar com solicitação antecipada. Deixando para última hora cairemos na mesma situação de anos anteriores, com liberação por telefone.

Outro problema, e grave, são os campeonatos abertos e a vinculação ao Circuito Brasileiro. Percebemos muitas formas de vinculação. Atletas vinculados num estado jogando o estadual (aberto) por outro (permitido). Atletas que jogam por uma equipe no estadual de um estado e o Circuito por outro clube adversário (permitido). Pessoas que jogam abertos em dois estados por clubes diferentes e o Circuito por um terceiro (permitido).... São muitas possibilidades. O que fica disso tudo é uma enorme confusão, para alguns, que em algum momento gerará problema a ser decidido em julgamento desportivo.

Votamos sempre por campeonatos estaduais com clubes federados e atletas legalizados. Sabemos que precisamos de flexibilização nesse longo início e afirmação da modalidade. Talvez, como exemplo, o Estadual Carioca poderia ser de clubes e atletas filiados, mas com abertura para clubes e atletas convidados. Exemplo: o ID Hand, equipe de SP é convidada no estadual do Rio de Janeiro. Não é necessária vinculação do clube. Os atletas avulsos de outros estados, que viessem participar na competição, seriam convidados com limite de 1 ou 2 por clube. É uma sugestão para se analisar.

Espero ter contribuído para o entendimento da modalidade e espero que muitos escrevam aqui no blog, pois quando comentamos apenas no Facebook a conversa se espalha por grupos e nada acontece.

Em Tempo: quando escrevo filiado ou vinculado quero dizer FEDERADO. Não tenho convicção desses termos, mas sei que existem diferenças em algumas situações.

Um forte abraço.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

VII Circuito Brasileiro de Handebol de Areia - 2ª Etapa Guarujá/SP


Terminou nesse domingo na cidade de Guarujá/SP a 2ª Etapa do VII Circuito Brasileiro de Handebol de Areia. A competição transcorreu sem maiores problemas e com temperatura adequada a prática da modalidade. 

As equipes do Z5 Handebol (F), Rio de Janeiro e do Guarujá/Arena (M), São Paulo venceram sem contestações de qualquer ordem. A Família Z5, capitaneada por Zezé Sales e a equipe do Guarujá, resultado da fusão dos atletas de Guarujá com o Arena Beach Handball, dirigida por Fábio Marques, estão de parabéns pela brilhante vitória.

Resultados:

Feminino
Campeão Z5Handebol
Vice Campinas 360
3º Rio Handbeach

Masculino
Campeão Guarujá Arena
Vice AMH/Cepe 2004/São Vicente
3º Rio Handbeach

As equipes vencedoras se juntaram ao APECEF/OCEAMIX (F), HCP/Posto Verão (M) e Grêmio CIEF (M) como equipes já classificadas para a final de janeiro.

                                   Equipe Campeã Feminina - Z5 Handebol


                             Equipe Campeã Masculina - HCP/Posto Verão

                              
Próxima Etapa: Rio de Janeiro nos dias 12 e 13 de outubro.

Parabéns a todos!

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Brasil Presente nos Jogos Bolivarianos de Praia


Decididas as duplas de árbitros e delegados da competição Bolivariana no Peru, em novembro. Do Brasil participarão do evento como delegados os professores Luiz Felipe Caldas e Sílvio Lago. Como árbitros estão escalados os professores Sidiney Santos e Wanderson Oliveira.

Sucesso para todos!

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

2ª Etapa do VII Circuito Brasileiro de Handebol de Areia Guarujá/SP



IV Etapa do Carioca de Handebol de Areia

 Muito boa a IV Etapa do Carioca de Handebol de Areia ontem. Sol para ninguém colocar defeito e muita disposição de todos.


Resultados
Masculino: 
Campeão - Rio Handbeach
Vice - Niterói Rugby
3º Lugar - IEMAR
4º Lugar - CEPRAEA
5º Lugar - Unihand Belfort Roxo
6º Lugar - IDEC



Feminino:
Campeão - IDEC
Vice - Z5 Handebol
3º Lugar - Rio Handbeach
4º Lugar - Icaraí
5º Lugar - Geração
6º Lugar - Unihand Belfort Roxo





Infelizmente a equipe masculina do IDEC caiu pela primeira vez para a série B. No feminino a queda ficou para a equipe do Unihand Belfort Roxo, que sentiu a falta de sua principal atleta Solange Benvinda.

Agradecimentos ao Claudio Franco Foto  pelo trabalho durante o evento. Para ver fotos  Clique aqui

terça-feira, 11 de setembro de 2012

2ª Etapa do VII Circuito Brasileiro de Handebol de Areia - Guarujá/SP

GUARUJÁ - PRAIA DA ENSEADA


Equipes Interessadas em Disputar a 2ª Etapa do Circuito Brasileiro de Handebol de Areia

Mudança de local: A Competição será em Guarujá - Praia da Enseada

Motivo: Tritlon na cidade de Santos inviabilizando a competição

Congresso Técnico: Dia 21 de setembro a combinar

Favor mandar a solicitação de inscrição para Stanley stanro@uol.com.br - para a CBHb e para a sua federação

Contato para hospedagem em Guarujá:

http://www.pousadacasadavovo.com/    http://www.recantodomarujo.com/ 

13 3355-9417 - Marcel


R$35,00 com café da manhã

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Handebol de Areia Pelo Brasil

 1ª Etapa do Campeonato Cearense 2012



Resultados da 4ª Etapa do Circuito Carioca de Handebol de Areia "B" e "C" 2012



Cearense Escolar de Handebol de Areia 2012


quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Minhas Propostas de Mudanças para o Circuito Brasileiro 2013/2014

Circuito Brasileiro de Handebol de Areia clique aqui para ler

Estamos caminhando pela sétima edição do Circuito Brasileiro de Handebol de Areia. Foram longos anos entre o que fizemos na cidade de Guarujá e a primeira etapa de 2012/2013 em João Pessoa. É inegável que crescemos e desenvolvemos. Porém, estamos longe do que desejam todos.

Nós, dirigentes da Confederação Brasileira de Handebol, também desejamos mais verbas, mais profissionalismo, mais recursos aos clubes, mais recursos para a organização, etapas totalmente pagas, melhores hotéis, melhores etapas, melhores transportes, premiações em dinheiro e mais mídia. Na verdade, queremos “melhor tudo”. Todos têm ideais maravilhosas. Nós também temos as nossas. Portanto, precisamos caminhar juntos. Sermos mais associativos e menos corporativos. Precisamos eleger nossos objetivos e persegui-los.

Pensando em tudo isso, depois de trabalhar em todas as edições dos circuitos, me propus a escrever críticas e propostas que possam contribuir para alavancar a modalidade. Não há decisão de nada. Não há verdade absoluta em nada. Não quero que prevaleçam minhas propostas, mas quero ler e ouvir as propostas de todos. Quero discutir com todos, pelas redes sociais, nas reuniões de etapas ou pessoalmente.

Após lerem esse documento enviem criticas e propostas. Podem ser totalmente diferentes, podem ser propostas que aperfeiçoem as minhas, pode ser qualquer coisa, desde que exequíveis.

Vamos lá!

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Resultados da 1ª Etapa do VII Circuito Brasileiro de Handebol de Areia 2012/2013 - PB

DEU NA PÁGINA DO BEACH HANDBALL BRASIL

Álvarez: Instalaciones Olímpicas de Playa en Vargas Superan Exigencias Internacionales

Publicado por  on August 27, 2012

Instalaciones de los Juegos Nacionales de Playa Vargas 2012 / AVN
Las instalaciones olímpicas apostadas en el estado Vargas para los I Juegos Nacionales de Playa Vargas 2012 superan las experiencias de los encuentros suramericanos realizados anteriormente en Uruguay y Ecuador, según señaló Eduardo Álvarez, vicepresidente del Comité Organizador de los III Juegos Suramericanos de Playa 2013.
Álvarez señaló que en el país se encuentra el deportista chileno Fabio Ramírez, director técnico de la Odesur, quien realiza una visita para conocer los avances del Gobierno venezolano en cuanto a la organización de la justa deportiva.
“El representante de la Odesur se ha mostrado sorprendido de que para unos juegos nacionales ya tengamos instalada esta infraestructura”, aseguró Álvarez, quien señaló que el Gobierno Bolivariano, junto con la Gobernación de Vargas, avanzan en la ampliación de la red hotelera del estado y en el desarrollo del primer centro olímpico de deportes de playa.
“Para nosotros es una excelente oportunidad presentar este centro olímpico en los III Juegos Suramericanos de Playa Vargas 2013, lo que permitiría a todos los países de Europa y Asia que, en sus tiempos de invierno, participen con nosotros en las diferentes ligas caribeñas”, auguró.
Para la próxima semana arribarán a Vargas las trece comisiones suramericanas de la Odesur, una por cadadisciplina olímpica, para realizar talleres que permitirán afinar detalles sobre aspectos técnicos, la permanencia de los atletas y las condiciones deportivas, entre otros tópicos.
“Estamos trabajando para que todo esté listo”, dijo Álvarez, quien informó que esta noche autoridades nacionales, regionales y locales sostendrán una reunión con los representantes de la Odesur en la parroquia Naiguatá.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

I Copa HandShow é sucesso!

Por José Maria de Campos Junior (Clique aqui e vá na página do Handshow)
Neste final de semana, dos dias 25 e 26 de agosto, a HandShow promoveu a I Copa HandShow de Handebol de Areia Universitária no CEPEUSP, Clube da Universidade de São Paulo.
O evento contou com 11 equipes, fisioterapeuta em tempo integral para os atletas, arbitragem nacional de handebol de areia, ex atletas na torcida, energético para os atletas, som e dois dias ensolarados.
No primeiro dia, no naipe feminino, tivemos os jogos realizados pela fase classificatória, onde a Cásper Líbero demonstrou que viria em busca do título inédito. A UFABC não deixou barato e se classificou em segundo do grupo da Cásper, vencendo a ESPM com direito a gol espetacular (com giro) de Bianca.
Pelo outro grupo, as advogadas do Direito USP classificaram em primeiro lugar após vitórias tranquilas sobre FEA PUC e FFLCH USP. Estes últimos, fizeram belo confronto pela segunda colocação, no qual as feanas levaram vantagem e se classificaram.
Ainda no sábado, o naipe masculino, composto por um grupo único de 5 equipes, teve 2 rodadas completas realizadas. Destaque para a grande partida entre Poli e FMU, onde os politécnicos levaram a melhor. Vale destacar também que, atuando pela EEFE, estava Renato, jogador que se destacou pela facilidade com que realizava os gols espetaculares.
O dia final, domingo, iniciou com as semifinais do feminino. A primeira partida entre Cásper e FEA PUC foi digna de uma semifinal. Depois de 2 sets, decididos no final, sendo um a favor de cada equipe tivemos a disputa no “um contra o goleiro”. Neste momento brilhou Ana Paula, goleira da Cásper, que com excelentes defesas garantiu seu time na final.
Pela segunda semifinal, o Direito USP enfrentou a UFABC. Este também foi um duro confronto decidido no “um contra o goleiro”. Aqui valeu a tranquilidade da equipe uspiana para decidir a partida e garantir sua vaga na final.
Então vieram os jogos do masculino, onde EEFE e Poli fizeram o confronto que poderia decidir o campeonato, e assim o foi. A EEFE teve grandes atuações de Prota e o garoto revelação Renato ou o homem espetacular. Mas isso não foi suficiente para bater o elenco da Poli composto pelos experientes Haim, Frito e Parada, que venceu o jogo pelo placar de 2x1 no “um contra o goleiro” e se sagrou campeã da Copa. A EEFE ficou com o segundo lugar.
Então veio a grande final feminina que foi digna de aplausos, entre Cásper e Direito USP. O primeiro set foi comandado pela Cásper, que liderada por Giovana e Paula, venceram com certa facilidade. Então veio o set mais emocionante da partida no qual a Cásper abriu o jogo no começo. Então o Direito USP mostrou porque estava na final e com grande atuação de seu time buscou o placar e empatou o set levando-o para o “gol de ouro”. Então, Giovana teve duas chances de decidir e na segunda garantiu a dourada para sua equipe. Cásper campeã e Direito USP vice.
Assim, terminou esse histórico momento do handebol, que engatinha, mas logo estará de pé e com grandes projetos.
A HandShow agradece a todos participantes, espectadores, profissionais envolvidos e apoios, em especial: Atlética da Poli, CEPEUSP, Red Bull, Daniel Veras, Eduardo Fanis, Thiago Raimondi, Aldo Amorim, Bruno Pinhata, José Maria de Campos Junior, Paulo Brito, Caio Rufato, João Odilvo e equipe, e Fábio.
Confira as fotos do evento:
https://plus.google.com/photos/115398661611853781951/albums/5781146913726800177?banner=pwa

Minha Opinião:

Essas iniciativas são fantásticas sob todos os aspectos. Certamente, é mais um passo para consolidar a modalidade. Precisamos fazer migrar muitos desses praticantes ou equipes inteiras para o campeonato estadual e, quem sabe, para o campeonato nacional.

Parabéns ao José Maria!

VII Circuito Brasileiro de Handebol de Areia - 1ª Etapa PB

Equipe Campeã Feminina - APCEF/OCEAMIX



Equipe Campeã Masculina - HCP/Posto Verão


Parabéns aos dois clubes e mais ao Grêmio CIEF, atual campeão brasileiro masculino, que se classificaram para a fase final em local a definir.

Próxima etapa em São Paulo nos dias 22 e 23 de setembro.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

1ª ETAPA DO CIRCUITO BRASILEIRO DE HANDEBOL DE AREIA 2012-2013


Deu na Página do BEACH HANDBALL BRASIL

DEU NO ESPORTE NORDESTE

Novo Coordenador Técnico do Circuito de Handebol de Areia define meta: batalhar reconhecimento

Antônio Guerra Peixe, recém nomeado para o cargo, espera unir mais os atletas praticantes do esporte e ampliar o alcance da modalidade para novas praças esportivas

por: redação Esporte Nordeste
Antônio Guerra Peixe(foto: Esporte Nordeste)
Antônio Guerra Peixe(foto: Esporte Nordeste)
Títulos internacionais, líder no ranking mundial no masculino e feminino e detentor dos principais atletas do mundo na modalidade. Esse é o handebol de areia brasileiro. No entanto, se o status de conquistas é imenso, a modalidade ainda encontra uma grande barreira: reconhecimento. 


O esporte ainda não é tão difundido pelo Brasil e, além de sofrer com a falta de patrocínio comparada a outras modalidades, em diversos estados, o handebol de areia ainda não conta com times.

Porém, esse é um quadro que o recém nomeado diretor técnico do Circuito Brasileiro de Handebol de Areia, Antônio Guerra Peixe espera reverter rapidamente. Para isso, Guerra está programando a realização, em cada etapa do circuito desse ano, reuniões com dirigentes, técnicos, atletas, e torcedores para discutir novas formas de impulsionar e valorizar o handebol de areia. 


O Esporte Nordeste conversou o Antônio Guerra sobre as expectativas e novos horizontes para a modalidade. Confira abaixo:


Quais serão suas principais atribuições como Diretor Técnico do Beach Hand?
Fui designado para ser responsável pela parte técnica do Circuito Nacional de Handebol de Areia. Porém, propus ao Supervisor Stanley Mackenzie que deveríamos fazer um grande levantamento do que pensam os praticantes da modalidade.
O Brasil é bastante vitorioso no handebol de areia, inclusive, foi campeão Mundial recentemente no feminino e masculino. Em sua opinião, o que pode ser feito para deixar a modalidade mais popular?
Continuarmos a trabalhar. Pensar o beach e renovar. Batalhar reconhecimento.  Batalhar a inclusão da modalidade nas competições escolares e universitárias. Continuar com o processo iniciado por vocês pela inclusão da modalidade no programa olímpico.
O nosso país tem um litoral privilegiado, o que facilita muito o desenvolvimento do handebol de areia. No entanto, existem poucos pólos da prática da modalidade. Você acredita que intensificar um trabalho de incentivo a esse esporte com as federações estaduais é um caminho para descobrirmos mais talentos no esporte?
Não só acredito como proponho isso. Nas federações, salvo exceções, encontramos dificuldades de implantação. Para muitos, implantar o Handebol já é dificílimo. Eles entendem que implantar o Handebol de Areia seria mais uma dificuldade. Precisamos ver as duas modalidades como produto. Precisamos embalar e vender. A pergunta que fica é a seguinte: estamos preparados para fazer essa “encomenda”?