terça-feira, 3 de maio de 2011

Campeonato Estadual de Handebol de Areia 2011 - RJ

O Campeonato de Handebol de Areia do Rio de Janeiro, o mais forte e concorrido do Brasil, terá inúmeras novidades nesse ano de 2011.

Primeiro foi a fase de qualificação no masculino realizada no último domingo, que deu ao Rio Handbeach a possibilidade de chegar ao grupo de elite (1ª divisão ou série A).

Outra novidade foi o processo de transferências no Estado. Numa modalidade feita por equipes de amigos é sempre especial quando há alguma migração de atletas. Vejamos algumas:

Francis, Bodão, Davi e Felipe saíram do Arena, atual campeão brasileiro, para o Fluminense. Com a desistência do clube das Laranjeiras, Francis migrou para o Niterói Rugby e os outros foram para o Rio Handbeach. Thiago Gusmão saiu do IDEC e também se juntou ao grupo do Rio Handbeach. Vitor saiu do IDEC e voltou para seu antigo clube – Debret.

A última e ótima novidade foi a criação de novos clubes. Itaguaí, Rio em Forma e Rio Handebol Clube receberam muitos atletas praticantes da modalidade que migraram de inúmeras equipes.

Esperamos uma grande competição e uma organização compatível com o esforço de atletas, árbitros e dirigentes do Rio de Janeiro.

Sucesso para todos!

3 comentários:

Anônimo disse...

Olá professor Guerra. Também aprovo algumas mudanças ocorridas no campeonato carioca. Eu estava no evento que aconteceu no último fim de semana em Copacabana, e fiquei muito contente em perceber que o nível das equipes do Rio está muito alto. Porém, há muitas coisas que precisam ser revistas e que não foram tão eficazes na competição, e precisam ser modificadas para a época das etapas. Mas, no que diz respeito aos participantes, deram um show de HANDEBOL DE AREIA. PARABÉNS A TODOS, inclusive às equipes que são iniciantes e conseguiram boa classificação, como o Macaé. Só gostaria de alterar uma informação dada no seu post, eu não migrei para a equipe do IDEC, e sim para o NITERÓI RUGBY.

Vamos lá, Rio... O Circuito Carioca está prestes a começar!!

Francis E. Resende

Guerra-Peixe disse...

Olá Francis!
Recebi a informação errada, mas já corrigi.
Quanto às falhas de organização que possam ter havido, os clubes precisam de um interlocutor na FHERJ para que os problemas sejam sanados ou minorados.
Abraços!

Kreuger disse...

Acho que será um ano muito especial e disputado para o handebol de areia carioca!

Boa sorte e bons treinos a todos!

abraços

Kreuger