domingo, 25 de abril de 2010

Agradecimentos

Aos Professores Luiz Carlos Piauí, Marcio Magliano, Paulo Martins, Alexandre Almeida, Thiago Moraes, Alberto Rigolo, Sílvio lago, Rossana Coeli, Camila Pena, Eliane Brasil, Alex Dourado e Fábio Guarujá. Aos atletas, alguns professores também, Natalia Voss, Jerusa, Bruno Carlos, Joe, Milena Alencar, Ted Boy, Nádia Cristina, Felipe RJ, Bruninho Três Rios, Danilo SP, Leonardo Castro, Diogo RJ, Wellington, Coelhão, Henrique Campelo e Flávio Cassilatti. Aos amigos Crizêuda, Mundo Handebol e os anônimos. Meus sinceros agradecimentos pelos comentários sobre divisão de atletas. Dedicamos horas na intenção de avançar com o Handebol de Areia. Mesmo contrários em muitos pontos, pensamos e escrevemos tentando o melhor para a modalidade. Certamente, fizemos o melhor.
Desculpas a quem me esqueci de citar o nome.
Forte abraço!

8 comentários:

Ted Boy disse...

Boa noite

Professor para o crescimento é fato que quando acontece uma crise, ponto de vista são reanalisados mas de forma alguma, ainda por pessoas que fizeram e continuaram fazendo pelo nosso esporte não seria justo difamação e ainda mais gratuita, vai continuar acontecendo mais acredito que pelo nível das pessoas que dirigem o esporte seja em clubes ou na Confederação a luta continuará.
Um grande e fraterno abraço atodos que fazem algo pelo nosso esporte seja dirigente ou atletas instituições , precisamos de todos vocês!!!

Rio Handbeach disse...

Guerra,

Como sabe, sou frequentador (e colaborador, com comentários,na medida do possível) desde o princípio do blog. Ao longo desse tempo, pudemos ver alguns assuntos que geraram boas discussões, mas nada como esse último.

É claro que sabemos que uma possível mudança como essa no regulamento mudaria o trabalho de todos e por isso tantas participações, algumas exaltadas, é verdade.

Que venham novos temas e que esse tenha sido a porta de entrada para novos colaboradores. Que mais pessoas se sintam a vontade para opinar e enriquecer os debates. Que as mulheres parcitipem mais. Que, de tudo isso, saiam coisas boas para o Beach Handball.

Grande abraço,
Marcinho

Leonardo Castro disse...

Concordo com o comentário do Marcinho, espero que toda essa discussão tenha algum resultado prático na evolução da modalidade. Como sei que o Guerra leva o que discutimos aqui aos dirigentes da modalidade da CBHB, gostaria de solicitar que caso alguma mudança seja realizada, em qualquer aspecto do regulamento, que esta seja divulgada o quanto antes, para que as equipes possam se preparar e para que ninguém dê a deculpa que foi tudo mudado em cima da hora.

Grande abraço a todos.
Leonardo Castro

htr disse...

Primeiramente obrigado pela lembrança mestre. Fazer esporte em Três Rios com as dificuldades que você conhece muito bem e conseguir fazer algo positivo e ser lembrado pelos melhores realmente é muito gratificante.
Quanto as discussões cujo qual participo sempre por aqui, eu analiso que não é qualquer treinador,ainda mais renomado como você que abre discussões para melhorar um seguimento cujo qual você é a vidraça. Isso mostra sua grande capacidade e amor ao esporte.
Cabe a nós participarmos e ajudarmos da melhor forma.

Grande abraço.

Bruninho Verly - Três Rios-RJ

AlexHDourado disse...

AINDA SOBRE A DIVISÃO DE ATLETAS.
Na realidade a divisão de atletas das seleções brasileiras entre os clubes, na qual estou plenamente de acordo, tem por objetivo dar um freio naquelas equipes que não se preocupam em trabalhar na formação de atletas para a modalidade e contratam os melhores jogadores do País nas vésperas das etapas finais dos campeonatos nacionais, desfalcando os clubes que investiram anos e anos na qualificação dos seus jogadores. Esse filme a gente assiste a toda hora. Não é privilegio só do Beachand. Já dizia o sabido: “O PRATO NEM SEMPRE É DE QUEM O FAZ, MAS DE QUEM O LOGRA”.
Entretanto, caso esta questão seja absorvida pelo diretor da modalidade, carece de adendos que venham salvaguardar os profissionais que, há muito tempo, trabalham na formação de atletas e de equipes de BEACH HANDBALL.
Exemplo:
&. Uma equipe poderá ter mais de 2 atletas da seleção brasileira em seu plantel, contanto que seja comprovado o vínculo, ininterrupto, dos demais atletas com a referida equipe, por um período superior a 2 anos.

Creio que é por aí!

Abraço!

Alexandre Gomes de Almeida disse...

Caros amigos do Handebol de Areia,
Depois de participar das discussões mudei algumas idéias iniciais, mas continuo achando que a limitar o número de atletas de seleção numa mesma equipe vai contribuir para o desenvolvimento da modalidade. Entendo que isso não fere em nada o regulamento do Circuito Brasileiro, já que no CAPÍTULO I - Das Finalidades Art. 1o temos: "Com a realização do Circuito Brasileiro de Handebol de Areia, a Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) tem como objetivo principal congregar e incentivar a prática deste Desporto como forma sadia de competição e entretenimento e ao mesmo tempo estabelecer um maior intercâmbio sócio-esportivo entre os praticantes da modalidade, promovendo, desta forma, o surgimento de novos valores no cenário desportivo nacional."
Concordo com o prof. Alex quando diz que algumas ponderações tenham que ser feitas para não desestimular os trabalhos como da profa. Rossana na APCEF.
Foi bem colocado pelo Leonardo que as decisões sejam tomadas e comunicadas o mais breve possível para que todos possam se planejar.
Uma coisa é certa. Qualquer que seja o regulamento da temporada 2010/2011, teremos que continuar trabalhando muito pra que nossa modalidade continue sendo grande e passe a ser reconhecida.
Grande abraço a todos,
Alexandre

Eliane disse...

Boa Noite Professor Guerra

Agradeço a lembrança e sei que esta discursão foi so para o bem de todos.
Vamos em frente pois este ano Mongaguá Beach Handball esta em construção novamente.
Agradeço a todos e fiquem com Deus.
Eliane Brasil _ Mongaguá

Anônimo disse...

Salve meu querido amigo Guerra!!! na verdade não estamos preparados para algumas discussões, haja vista alguns comentários a respeito de temas colocados em discussão por você. Essa abertura oferecida aqui, democraticamente abre espaço para todas e todos(atletas, treinadores, simpatizantes, etc.) discutirmos um tema que acredito ser paixão de todos nós, o Handebol de Areia. Não podemos esquecer que tudo discutido é em prol do crescimento de nossa modalidade, nunca podemos deixar a vaidade se sobrepor às nossas idéias de melhoria para todos que militam e batalham dia-a-dia nessa modalidade que precisa da força de todos nós unidos para seu maior crescimento em todo país. Com relação as disputas, para que possam ser mais equilibradas durante as etapas, acredito que o trabalho tem que ser a médio e longo prazo favorecendo a massificação do Handebol de Areia principalmente nas escolas, onde poderemos detectar novos talentos que possam atender a demanda de nossas seleções nacionais no futuro. Temos que ser otimistas e estar com o coração e o espírito sempre aberto, desarmado de qualquer atitude que não tenha uma boa influência em nosso esporte. Todos juntos amigos em defesa do Handebol de Areia!!! contem sempre comigo. Grande abraço!!! do amigo, Luiz Carlos(Piauí).